A consultoria ambiental identifica as soluções mais adequadas para problemas da ordem ambiental ou de engenharia em um empreendimento. É considerada, atualmente, uma atividade essencial, juntamente com a engenharia ambiental, uma vez que há uma crescente conscientização sobre a importância do meio ambiente na vida das pessoas.

Entre os serviços tradicionais da engenharia e consultoria ambiental estão projetos e estudos de sistemas para tratamento de água, efluentes, emissões atmosféricas, de remediação, aterros domésticos e industriais, e análise de risco tecnológica.

Nesse sentido, o projeto de uma estação de tratamento de efluentes, localizada na região de Jaguariúna, é um case que reforça como a consultoria ambiental identifica soluções mais adequadas para problemas relacionados ao meio ambiente.

Isso porque a estação está situada em uma área de um antigo aterro industrial e recebe o efluente gerado por uma barreira hidráulica, que foi implantada para contenção de águas subterrâneas contaminadas com metais, compostos orgânicos voláteis (VOCs) e compostos orgânicos semi-voláteis (SVOCs).

Além disso, o aterro industrial operou em área sensível, próximo as áreas de produção de alimentos. Ou seja, durante seu período de operação, recebeu resíduos sólidos e borras, de diversas indústrias químicas e petroquímicas. Foram identificados, por exemplo, os seguintes químicos: benzeno, tolueno, fenóis, alumínio, ferro, compostos derivados de enxofre, entre outros.

Abordagem inovadora

De acordo com Ulysses Mourão, membro executivo da EPB Brasil, a combinação de contaminantes orgânicos e inorgânicos do site exigiu uma abordagem inovadora. “Foram combinadas técnicas tradicionais de tratamento com técnicas inovadoras”, disse. Como resultado, foram atendidos os restritivos parâmetros de descarte impostos pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), que incluíam ausência de toxicidade aguda e crônica comprovados através de ensaios de laboratório.

Entre as principais etapas de tratamento do projeto desenvolvido e implantado estão: equalização; coagulação; floculação; decantação; filtração; adsorção em carvão ativado e oxidação com utilização de peróxido de hidrogênio ativado por UV.

O projeto de engenharia foi composto por:

  • Memorial técnico descritivo de processos, mecânica, elétrica, civil e segurança;
  • Fluxograma de processos e instrumentação;
  • Layout de mecânica e civil;
  • Folhas de dados equipamentos e instrumentos;
  • Detalhamento de projeto mecânico, elétrico e civil;
  • Requisitos de saúde e segurança do projeto;
  • Diretrizes para operação do sistema;
  • Estimativa de custos de implantação e operação.

A EBP Brasil também respondeu pela implantação do projeto e pela aquisição de todos os equipamentos e instrumentos, além da contratação de empresas de montagem civil e eletromecânica. O gerenciamento do projeto inclui a construção e execução de protocolos de segurança operacional e patrimonial durante as obras. Ademais, apesar de todos os desafios, houve a implantação de um sistema tecnicamente robusto e capaz de atender a complexidade do efluente que seria tratado.