y

(11) 2501-2688

info@bwexpo.com.br

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
BW - Expo Summit Digital
y

(11) 2501-2688

info@bwexpo.com.br

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

O livro Endliche Erde (Our Finite Earth) é uma revisão científica e uma biografia ao mesmo tempo. O autor Thomas Sprecher traz um relato da visão pessoal sobre a história da sustentabilidade de Ernst Basler. “Embora nosso habitat seja limitado, nossa capacidade de inovação não é”, diz Basler, um dos primeiros expoentes da sustentabilidade ambiental.23

Antes mesmo da publicação do relatório “The Limits to Growth”, ele começou a trazer suas preocupações sobre as consequências do crescimento exponencial para a Terra espacialmente limitada. Essas reflexões surgiram a partir de três fatores.

Primeiramente, o aumento populacional e o crescimento da atividade econômica e do consumo – junto com seu impacto ambiental – não são lineares ao longo do tempo, mas exponenciais. Em segundo lugar, a biosfera é limitada em extensão. Em terceiro, a humanidade é capaz de desencadear processos ambientais de uma magnitude igual a dos principais processos em funcionamento na natureza. “A conclusão era óbvia: o crescimento ilimitado dentro de um habitat de extensão espacial limitada acabará por levar à destruição do habitat”, disse em entrevista no site da EBP.

Sem dúvida, Basler foi um dos primeiros a enfatizar a noção de sustentabilidade como um princípio orientador. De acordo com ele, o termo era comumente usado na área de manejo florestal e foi trazido por um engenheiro florestal. “Conforme ele me explicou o que significava sustentável, soube imediatamente que era a expressão que há muito procurava. A sustentabilidade era uma metáfora convincente para toda a abordagem de biosfera”.

Nesse sentido, Basler usou, em 1972, o termo em seu livro “Strategie des Fortschritts” (Estratégia de Progresso) e em uma série de artigos. Em 1987, a Comissão Brundtland usou o conceito de desenvolvimento sustentável em seu relatório “Nosso Futuro Comum”.

Evolução

De fato, em 1970, os problemas ambientais estavam se tornando cada vez mais agudos. A contaminação do ar, solo e água e a poluição eram preocupantes. Entretanto, Basler afirma que, naquela época, as questões não eram mais do que as nuvens iniciais da tempestade e que nuvens mais escuras estão chegando. “A mudança climática, extinção de espécies e acidificação oceânica não serão fáceis de resolver. E podemos esperar que levará gerações até a compreensão do impacto total dessas ameaças globais”.

Para o pioneiro da sustentabilidade ambiental, as decisões apropriadas acontecerão em uma democracia quando a maioria das pessoas tiver uma compreensão básica dos princípios ecológicos. “A educação e as informações desempenham um papel importante, assim como a comunidade científica. Além de conduzir pesquisas e fornecer ensino, universidades têm o papel de detectar os problemas em estágio inicial para que a indústria tenha tempo suficiente para responder de acordo. E mesmo que não possamos resolver todos os nossos problemas ambientais com ciência e tecnologia, não seremos capazes de resolver muitos sem eles. Embora nosso habitat seja limitado, nossa capacidade de inovação não é”.

Fonte: EPB – Our habitat is limited, our capacity for innovation is not