O hidrogênio vem sendo uma aposta de diversos países para contribuir com a descarbonização do planeta. Confira abaixo duas novidades sobre o hidrogênio na Europa.

As duas matérias foram veiculadas originalmente no site da European Hydrogen and Fuel Cell Association (EHA).

Nova estratégia industrial da União Europeia inclui Aliança para Hidrogênio Verde

Novidades sobre o hidrogênio na Europa

Uma nova estratégia industrial foi apresentada pela Comissão da União Europeia, no dia 10 de março, com o propósito de tornar a indústria europeia mais verde e digital, mantendo, assim, sua competitividade no cenário global.

De acordo com a União Europeia, a redução de emissões na indústria dependerá, em primeiro lugar, de um princípio de ‘eficiência energética’, somado ao fornecimento seguro e suficiente de energia de baixo carbono a preços competitivos. Nesse sentido, será necessário um planejamento e investimentos em tecnologias, capacidade e infraestrutura de geração de baixo carbono.

“Precisamos de uma abordagem mais estratégica para as indústrias de energia renovável, como a energia offshore  e a cadeia de suprimentos subjacente. Além de conectar melhor os sistemas energéticos da Europa, aumenta a segurança do fornecimento de eletricidade e, ao mesmo tempo, integra mais fontes renováveis. Como parte disso, os transportadores de energia precisarão ser usados ​​com mais eficiência, vinculando-se a diferentes setores. Esse será o objetivo de uma nova estratégia para a integração inteligente do setor, que também definirá a visão da União Europeia sobre hidrogênio verde. A utilização de redes transeuropeias de energia também apoiará a transição para a neutralidade climática”, informa o comunicado da União Europeia.

No comunicado, a União Europeia aponta que o hidrogênio verde é um excelente exemplo da forma como se pode agregar valor real as ações de integração. Assim, em breve, proporá o lançamento da nova Aliança Européia de Hidrogênio Verde, reunindo investidores com parceiros governamentais, institucionais e industriais. A Aliança se baseará no trabalho existente para identificar necessidades de tecnologia, oportunidades de investimento e barreiras reguladoras e facilitadores. Alianças futuras também devem incluir indústrias de baixo carbono, nuvens e plataformas industriais e matérias-primas.

Procurando Oportunidades de Negócios Sustentáveis? Que tal Exportar Hidrogênio Verde para a Alemanha?”

O texto da estratégia alemã para o hidrogênio está em Bruxelas para ser aprovado desde 3 de fevereiro deste ano. Abaixo, seguem os pontos principais da proposta.

  • Até 2030, a parcela obrigatória de combustíveis renováveis no transporte, incluindo o hidrogênio, será aumentada para 20% ao invés de 14%. Para isso, a infraestrutura necessária para a construção de pontos de abastecimento receberá aporte de € 3,4 bilhões.
  • Os “laboratórios reais” selecionados para testar produção e a aplicação de hidrogênio em escala industrial também serão aumentados.
  • Além dos € 400 milhões já investidos, estão previstos mais € 650 milhões para os próximos quatro anos.
  • A Alemanha também está analisando importar hidrogênio verde (do norte da África). Isso porque o texto da estratégia menciona que “grande parte da demanda futura por hidrogênio livre de COou neutro em COterá que ser importada”.

Em 11 de fevereiro de 2020, a Associação Alemã de Operadores de Sistemas de Transmissão de Gás (FNB) apresentou uma visão para uma rede de hidrogênio de 5.900 km, com base em 90% nos dutos e tanques de armazenamento existentes.